Notícia

Nova esperança para doentes com Espondilite Anquilosante

O Comité de Medicamentos para Uso Humano (CHMP) - comité científico da Agência Europeia do Medicamento (EMEA) - emitiu recentemente um parecer favorável à utilização de adalimumab, um anticorpo monoclonal totalmente humano, no tratamento da Espondilite Anquilosante (EA) activa e grave.

A decisão da autorização de comercialização do adalimumab para o tratamento da EA na União Europeia, deverá estar concluída em finais do próximo mês de Junho.

De acordo com Désirée van der Heidje, médico e professor de Reumatologia na Universidade de Maastricht, na Holanda, e um dos coordenadores do estudo ATLAS – Adalimumab Trial Evaluating Long-Term Efficacy and Safety, “este parecer favorável é uma notícia encorajadora para os doentes europeus com Espondilite Anquilosante, porque assinala o aparecimento de uma nova opção de tratamento que, em breve, estará disponível para tratar os sintomas da doença”.

A Espondilite Anquilosante (EA)

A Espondilite Anquilosante é uma doença crónica da coluna vertebral e de muitas articulações periféricas, que provoca inflamação, rigidez e dores nas costas, estando associada a doenças inflamatórias dos intestinos e da pele.

Ao contrário de outras doenças reumáticas, a Espondilite Anquilosante afecta jovens adultos, sobretudo homens, e manifesta-se, em geral, antes dos 35 anos. É difícil de diagnosticar na sua fase inicial e muitas vezes é desvalorizada a persistente dor dorsolombar em jovens adultos. Na sua forma mais grave, pode, ao longo do tempo, provocar uma fusão total da coluna, causando limitações físicas extremas.

Estima-se que cerca de três milhões de pessoas em toda a Europa estão afectadas por uma Espondilartrite, como a Espondilite Anquilosante.

Sobre o adalimumab

O adalimumab é o primeiro anticorpo monoclonal totalmente humano. O adalimumab está indicado para o tratamento da artrite reumatóide activa, progressiva, moderada a grave, em doentes adultos. O adalimumab está também indicado para o tratamento da artrite psoriática activa e progressiva em adultos.

Até hoje, o adalimumab foi aprovado em 65 países e prescrito a mais de 150 mil doentes em todo o mundo. Estão em curso estudos clínicos, para avaliar a eficácia de adalimumab noutras patologias auto-imunes.


Abbott Laboratórios

Abbott Laboratórios é uma companhia que se dedica à investigação, desenvolvimento, fabrico e comercialização de produtos farmacêuticos e medicinais, incluindo nutricionais, bem como de dispositivos médicos e meios de diagnóstico. A companhia emprega aproximadamente 60 mil pessoas e comercializa os seus produtos em mais de 130 países.