Notícia

O número de asmáticos duplicou na última década

Dados recentes demonstram que a Asma afecta mais de 600 mil portugueses.

O número de asmáticos duplicou na última década. Representando a 3ª causa de morte em Portugal, as doenças pneumológicas vão estar em destaque no XXIII Congresso de Pneumologia, a ter lugar no Teatro Municipal da Guarda entre 8 e 10 de Novembro.

A mortalidade por doenças respiratórias constitui a 3ª causa de morte por doença em Portugal, sendo superior no homem em relação à mulher. A nível hospitalar, o número de internamentos tem vindo a aumentar. Em 2005 foram internados 9772 doentes, um número cerca de 20% superior ao ano anterior.

Subvalorizadas pela população, as doenças respiratórias não são combatidas com a maior eficácia. Também o número de pneumologistas em Portugal é reduzido, comparativamente à incidência da doença.


Doença pneumológica pode ser fatal

Quando mal tratada ou acompanhada, a doença pneumológica pode ser fatal. Em todo o mundo só a Asma contribui com uma em cada 250 mortes. A incidência de Asma tem vindo a aumentar em Portugal, sobretudo entre as crianças. Quanto aos custos financeiros, constitui a doença alérgica com um peso superior, tendo aumentado 44% entre 1995 e 2005.

A prevalência da DPOC situa-se em Portugal nos 6,3% nos homens e 4,5% nas mulheres. Dados apontam que a doença está subdiagnosticada, pelo que o número de internamentos tem subido ao longo dos últimos anos, assim como os custos associados. 40 milhões de euros em 2005, mais 17,6% que no ano anterior. Em 2003, a DPOC foi responsável por 2434 óbitos.

No caso do Cancro do Pulmão em Portugal, 90% dos doentes estão associados ao consumo ou à exposição ao tabaco. Em 2003, a mortalidade foi de 3480 óbitos, representando o tumor maligno que mais mata, com um aumento de 7,2% entre 1998 e 2003.

Estudos apontam que o tabagismo representa o maior factor de agressão à saúde do homem e é um dos principais responsáveis pelo aumento das doenças respiratórias. A percentagem de fumadores em Portugal ronda os 27,7%, sendo que nas mulheres o número de fumadores está em franca ascensão.


XXIII Congresso de Pneumologia

Presidido pelo Prof. Segorbe Luís, presidente da Sociedade Portuguesa de Pneumologia, o Congresso vai reunir especialistas nas mais diversas áreas da Pneumologia, como a Asma, a DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica), o Cancro do Pulmão, o Tabagismo, a Tuberculose, as Técnicas Endoscópicas, a Ventilação Domiciliária e a Patologia Respiratória do Sono, entre outras.

As doenças respiratórias são as causas mais frequentes de doença. Subvalorizadas pela população, carecem de campanhas de informação que despertem consciências na sociedade portuguesa. Na Guarda, e 8 a 10 de Novembro, vai ser debatido o estado actual das doenças respiratórias em Portugal e novas medidas para deter o seu agravamento. Pode consultar o programa do XXIII Congresso de Pneumologia aqui.