A JAS Farma®

Página Principal

Edições Especiais

Últimas Edições

Assinaturas

Publicações

Contactos

Shiatsu e Medicina Tradicional.

Por acreditar que a saúde é resultado de uma harmonia interior proveniente do autoconhecimento, Filomena Freitas, 49 anos, exerce cinesioterapia correctiva postural e respiratória. As várias etapas do seu percurso pessoal são aplicadas ao exercício da massagem terapêutica, a qual inclui técnica de shiatsu.

Para esta terapeuta, a saúde física existe quando o equilíbrio emocional é conquistado. Os resultados do desequilíbrio emocional estão registados no corpo humano e têm o nome de bloqueios. Nas suas palavras, «os bloqueios possuem três tipos de causa: origem traumática, sistema nervoso e desequilíbrio emocional», sendo que a maioria das pessoas que encontra nas suas consultas revela desequilíbrios a nível emocional, particularmente relacionados com a primeira infância.

Actualmente, Filomena exerce a profissão de terapeuta na Clínica Alexandre Herculano. Também trabalha na loja dietética «Em Forma», na Av. Duque D’Ávila, e na Clínica Healing Hands, ao Campo Pequeno, onde exerce apenas a técnica de Shiatsu.

O seu percurso enquanto terapeuta iniciou-se no Centro Osteopático Dr. Borges de Sousa, onde tirou o curso de fisioterapia. Na qualidade de fisioterapeuta, trabalhou oito anos na Liga dos Deficientes Motores. A par deste percurso, realizou um curso de Shiatsu no Centro de Medicina Tradicional Chinesa. Desenvolveu e aprofundou o seu próprio autoconhecimento através do yoga e do reiki.

Todos estes caminhos foram sintetizados num conjunto de técnicas que permitiram o alargamento do seu leque terapêutico. Encontramo-nos, assim, perante uma profissional madura e experiente, que encara a pessoa como um todo e se realiza ao trabalhar com pessoas doentes que procuram o ajustamento e conhecimento do próprio corpo.

Afeição maternal pelo doente

A consulta é iniciada com uma conversa na qual o doente exprime as suas necessidades e preocupações. Depois, segue-se o diagnóstico, efectuado por meio do tacto na zona abdominal. «O diagnóstico por meio do tacto é como sentir afeição maternal pelo doente, partilhar os seus problemas.» Efectuado através da pressão firme que relaxa o sistema nervoso simpático, o diagnóstico abdominal possibilita que os órgãos internos se acalmem e é acompanhado por uma cuidada observação do tom de pele e da condição muscular da pessoa. 

Estes factores são analisados à luz das energias yin e yang e da sua intuição pessoal (esta última é uma componente muito forte e importante do diagnóstico). No Shiatsu, parte-se do princípio que os sintomas aparecem na superfície, mas a causa é mais profunda. Assim, esta técnica não deve ser considerada uma massagem de prazer, mas sim de tratamento sobre dois sistemas nervosos muito importantes, o simpático e o parasimpático.

A terapia é adequada ao paciente, sendo que a eficácia de qualquer tratamento depende do terapeuta e do doente, podendo variar muito de praticante para praticante, bem como de paciente para paciente. No seu caso, a procura não é de doenças, mas sim da melhoria de vida dos seus pacientes. Nos seus tratamentos, Filomena combina pressão e técnicas manipulativas para a obtenção de um diagnóstico perfeito em termos do equilíbrio do fluxo energético.

O objectivo do tratamento é ajudar, de uma forma equilibrada de relaxamento, o paciente a encontrar o seu autodomínio e a desenvolver a intuição do seu equilíbrio pessoal. Por isso, em contexto de consulta, Filomena coloca ao serviço da saúde do seu paciente a técnica shiatsu, ensinamentos de fisioterapia, um espaço físico onde a música, os aromas e a plantas acentuam a ligação à natureza e conselhos provenientes da sua experiência de alguns anos.

Filomena considera o Shiatsu uma terapia particularmente acertada uma vez que «transmite harmonia e liberta a pessoa», podendo ser articulada com outras especialidades da medicina.

Equipa de profissionais

Na Clínica Alexandre Herculano, Filomena encontrou esta perspectiva integrada de abordagem à saúde. Não são raras as vezes que recebe pacientes oriundos dos outros profissionais de saúde que também trabalham na clínica.  Da mesma forma, quando identifica nos seus pacientes problemas que requerem a consulta de outras especialidades, encaminha-os para os seus colegas.

Nesta clínica encontramos uma equipa de profissionais de diversas áreas de saúde: psicologia, ortopedia, cirurgia geral, fisioterapia/shiatsu, ginecologia, otorrinolaringologia, urologia e medicina interna (também brevemente medicina dentária), que trabalham em equipa, tendo em vista o bem-estar dos seus pacientes.

O objectivo é, nas palavras da Dr.ª Anabela Cardoso, directora da Clínica Alexandre Herculano, «que tanto médicos como pacientes se sintam bem aqui». Este antigo consultório de radiologia abriu em Abril de 2000 como Clínica Alexandre Herculano, realizando um sonho da sua fundadora.

A Dr.ª Anabela Cardoso, ginecologista, defende a integração da abordagem oriental na medicina tradicional. Acredita, baseada no testemunho dos seus pacientes, que os vários tipos de medicina podem funcionar de uma forma complementar e resultar numa melhoria na qualidade de vida das pessoas. Também em consultas de ginecologia existe a solicitação de respostas a problemas emocionais, como resultado da vida solitária que exige o ritmo urbano.

«O médico é um amigo do paciente», diz-nos esta profissional de ginecologia, que dedicou 23 anos da sua actividade (começando a trabalhar no 3º ano da faculdade enquanto voluntária) ao Instituto Português de Oncologia. Seguidamente, trabalhou alguns anos no Hospital de Torres Vedras em Ginecologia/Obstetrícia e, depois de ter deixado a função pública, começou a dar consultas em clínicas particulares. Quando surgiu a oportunidade de abrir esta Clínica, a Dr.ª Anabela Cardoso convidou colegas da sua confiança, com quem já tinha trabalhado anteriormente.

Estas duas vertentes – pessoas e confiança – sentem-se logo quando se entra na Clínica, um espaço que faz juz ao nome e onde a directora não utiliza computadores, pois, «reconhece o doente pela forma como organizou a ficha a papel e lápis».

O que é a terapia Shiatsu?

Shiatsu é um termo japonês que significa «pressão digital».

Shi significa «dedo» e atsu significa «pressão».

O princípio é o mesmo da Acupunctura, mas sem agulhas.

O terapeuta de Shiatsu aplica uma massagem no paciente, através de pressão digital ao longo de canais de energia do nosso corpo chamados «meridianos».

Cada meridiano corresponde a um órgão ou à sua função no nosso corpo. A pressão é exercida através do peso do corpo do terapeuta e não pela força muscular. 

A sua aplicação é combinada com diferentes técnicas de alongamento e exercícios de correcção.

O Shiatsu é antes de tudo uma terapia de prevenção, através do fortalecimento do sistema imunológico do corpo, tratando e servindo de diagnóstico para inúmeras doenças.


in  MEDICINA & SAÚDE®  Nº  47, Setembro 2001

 


Produzido por JAS Farma® 

© 2001Todos os direitos reservados.